Zara usa robôs para entregar produtos mais rápido

11 abril, 2018

Zara segue acompanhando as demandas tecnologicas

Zara utiliza robôs

 

A Zara, varejista de moda nº1 do mundo, deu mais um passo em direção à inovação. A empresa do grupo Inditex passou a inserir robôs em seus estoques a fim de acelerar as entregas aos clientes que optam por comprar pelo site da marca e retirar a mercadoria nas lojas físicas.

Devido à crescente aderência dos consumidores ao sistema de compras “clique e retire”, em muitos lugares passou a haver longas filas para a retirada dos produtos. Os atendentes humanos não conseguiam ser ágeis o suficiente a ponto de buscar no estoque o grande número de encomendas sem gerar uma espera considerável.

Para evitar prejudicar a experiência do consumidor e frustrá-lo com delongas, a Zara optou por otimizar o sistema e adotar robôs na logística. Dessa forma, ao chegar na loja, o consumidor que comprou online insere ou escaneia um código QR em um dispositivo leitor, ao passo que um robô na área de estoque é automaticamente acionado para coletar sua encomenda.

Tal estratégia por parte da Zara não pode ser vista como um investimento opulento. Atualmente, cerca de 1/3 das vendas globais online da varejista são retiradas diretamente nas lojas. A economia de tempo é um ponto a se destacar, já que um único robô é capaz de operar cerca de 2400 pedidos simultaneamente

O sistema “clique e retire” vem sendo adotado por muitas varejistas de moda, devido à agilidade e economia (sobretudo em relação a fretes) que ele leva aos clientes — e, também, às marcas. Além disso, especialistas apontam este novo recurso de vendas como mais uma maneira de tornar a compra online uma experiência mais atraente e que passa segurança ao cliente.

É claro que a Zara não é a primeira marca top of mind da moda a perceber a importância – e os benefícios – de incorporar a inteligência artificial e demais ferramentas de tecnologia da informação a seus processos. Há cerca de 2 anos, a Adidas apresentou ao mercado seus “robôs-sapateiros”, inaugurando a era do Speed Factory no setor calçadista. A novaiorquina Bonobos é outra que vem sofisticando continuamente suas operações, e sendo vista como referência na aplicação de tecnologia digital ao business de moda, que vem abandonando cada vez mais as facetas do varejo tradicional.

 

Outras referências sobre o tema:

  • Adidas lança seu primeiro tênis feito por robôs (Portal Exame)
  • Zara usa robôs para acelerar entregas em loja de itens do site (Valor Econômico)

 

 

 

 

Tags: , , ,

Comente esse assunto no Facebook

O que achou? Comente aqui no blog!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados