Varejo de Moda brasileiro volta a crescer

18 outubro, 2017

 

Varejo de moda brasileiro aponta recuperação

Varejo de moda brasileiro aponta recuperação

(Imagem: Site Chic)

Após passar por um período turbulento, o varejo de moda brasileiro vem dando seus primeiros sinais de recuperação, segundo o jornal Valor Econômico.

Ainda que os consumidores estejam sentindo os impactos da atual crise político-econômica, fatores como a baixa inflação e a queda na taxa de juros vêm servindo de estímulo à retomada das compras, sobretudo no mercado de bens de consumo.

O IBGE estima que as vendas no setor do varejo têxtil tenham crescido cerca de 7,1% em volume (ou quantidade de itens) e 9,6% em receita, neste ano

Esta é, sem dúvidas, uma excelente notícia para quem trabalha com moda!

Uma coisa para se ficar de olho: apesar de as vendas de moda terem aumentado consideravelmente no decorrer deste ano, a produção têxtil nacional cresceu apenas 4%. Na contramão do movimento de produção nacional, a importação de itens de confecção sofreu uma elevação expressiva (16,7%)! O que isso significa? Certamente as marcas nacionais estão recorrendo ao mercado externo para reduzir seus custos de operação, e, assim, tentar minimizar os impactos da crise sobre seus resultados.

Vale lembrar que esta pode ser uma faca de dois gumes: é preciso tomar muito cuidado para, ao baratear a produção dos artigos terceirizando sua fabricação, não comprometer a qualidade, ou ainda, acabar lidando com fornecedores que fazem uso de mão-de-obra ilegal.

As estatísticas, por sua vez, nos deixam com uma expectativa um pouco mais positiva da recuperação do setor de moda nacional.

 

Fontes consultadas:

Tags: , , , ,

Comente esse assunto no Facebook

O que achou? Comente aqui no blog!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados