Black Friday: 7 dicas para vender mais moda

17 novembro, 2017

A Black Friday, grande liquidação anual que ocorre no mundo inteiro, está chegando! Todas as marcas, dos mais variados segmentos, já estão definindo suas estratégias e ações promocionais para o 11 de novembro.

A Black Friday é uma oportunidade excelente especialmente para a venda de moda e acessórios, sobretudo porque o consumo destes produtos está bastante relacionado ao emocional e à questão da “compra de oportunidade“.

Pensando no grande impacto que essa data do calendário comercial pode gerar nas suas vendas, o Moda é Negócio preparou uma lista com 10 dicas essenciais para marcas de moda venderem mais na Black Friday. 

Não deixe de conferir!

1- Planeje bem sua campanha

Planeje a campanha com antecedência. Selecione os itens que entrarão em promoção (não se esqueça de que é uma ótima oportunidade de desovar aqueles que estão com alto estoque), estime as respectivas percentagens de desconto para cada um, e elabore os materiais promocionais, tais como: banners, releases, chamadas para mídias sociais, etc. Se você também possui um ponto de venda físico, é essencial colocar alguma faixa ou propaganda em sua vitrine para atrair os clientes

 

2- Integração é o fator-chave para dar certo.

Tome muito, mas muito cuidado com este item! É crucial para o seu negócio que você integre todas as áreas de sua empresa durante a elaboração da campanha promocional. Caso contrário, você pode ter um grande prejuízo, vir a perder muitos clientes, e o que é ainda pior, despertar a ira dos mesmos.

Um exemplo: não adianta o departamento comercial querer vender 1.000 unidades na Black Friday, se a empresa só tem condições de produzir e entregar no prazo prometido, a metade disso. Em outras palavras, alinhe bem sua previsão de vendas à sua área de produção e às possibilidades de seus fornecedores.

Prefira vender menos e atender com excelência um número provisionado de clientes do que vender mais do que a sua capacidade, e acabar decepcionando e frustrando o consumidor.

É bom lembrar, inclusive, que para muitos consumidores esta venda será o primeiro contato com a sua marca, então, tudo tem de correr perfeitamente.

 

3- Todo mundo adora um kit…

Aquela blusinha ou aquele acessório não vendem bem e você precisa reduzir seu estoque deles? Coloque-os em um kit junto com um produto de alto giro. Os kits, ou combos, podem ser boas opções. Não se esqueça, no entanto, de que você jamais pode condicionar a venda de um produto a outro, caso contrário, você estará praticando venda casada, o que é proibido por lei. Por exemplo, se você vai montar um kit promocional com uma blusa e uma pulseira, você necessariamente precisa ofertar esses itens de maneira avulsa.

 

4- Lembre-se do “Fator NEB”

Aprendi o conceito do Fator NEB com um professor muito experiente na área de Gestão de Pessoas, durante um treinamento na Fundação Dom Cabral. Ele explicou que o fator NEB nunca falha, em hipótese alguma…. O que é o fator NEB?! É muito simples… NEB = Ninguém é Bobo. Muito menos o seu cliente! Então, não crie promoções ilusórias ou descontos fake. O consumidor irá perceber, e sua marca ficará com uma péssima imagem. Transparência é crucial para quem quer vender, não só na Black Friday, como em qualquer outro dia do ano.

 

5- Atendimento nota 10

Não há nada mais frustrante do que entrar numa loja de moda e notar que o(a) vendedor(a) não entende nada de…. roupas! Infelizmente, não é raro encontrar comerciantes que não sabem distinguir um tecido de outro, que não conhecem os tipos de modelos de peças ou que não estão a par das tendências. E, aqui, não se trata de um preconceito, mas de a pessoa não conseguir realmente lhe atender e ofertar aquilo de que você precisa.

Um exemplo: certa vez entrei numa loja de sapatos e pedi para ver sneakers (modelo de tênis que era modinha há algum tempo). A vendedora torceu o nariz e disse que não tinha aquilo. Eu já estava saindo da loja quando vi um modelo e apontei para ele. Ela disse: “aaah! O que você está querendo é um snaker“. Na ocasião, dei um sorriso amarelo e passei batido, não enfatizei que realmente aquele modelo de tênis se chamava sneaker e que não tinha nada a ver com a tal snake de que ela estava falando… Esse tipo de coisa pega muito mal para a sua marca, além de prejudicar o processo de compra e a experiência do consumidor.

Treine sua equipe para dar o melhor atendimento a seus clientes e aumentar a chance de converter as visitas em vendas. E, note-se: aqui estamos falando em qualquer canal de atendimento: presencial, SAC por telefone, ou via e-mail.

 

6- Cliente antigo é VIP

(Fonte: Renner)

No Black Friday, ofereça descontos, brindes ou condições especiais a clientes antigos. Lembre-se de os clientes que retornam à sua loja são os mais importantes, e por isso, você deve buscar continuamente mantê-los fidelizados à sua marca.

 

7- Invista em fotos profissionais do seu produto

Não adianta querer vender moda online se não se tem boas fotos! Mostre seu produto de todos os ângulos e crie desejo no seu consumidor. Faça com que as imagens falem com o lado emocional dele.

 

Fontes consultadas:

Comente esse assunto no Facebook

O que achou? Comente aqui no blog!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados